Receba no seu e-mail

quinta-feira, 31 de março de 2016

Orar juntos-1 Tessalonicenses 5:17-18

Todo dia com Deus
Orar juntos

Orai sem cessar. Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco (1 Tessalonicenses 5:17-18).


Certo pregador afirmou que nunca havia encontrado um casal que resolvesse se separar de fato depois de se ajoelharem e orarem juntos todos os dias durante uma semana. Quando marido e mulher oram assim, seus corações se unem e os problemas se resolvem. A oração em comum apaga rancores e amargura, envolvendo as almas em uma nova harmonia nunca experimentada.

Um psiquiatra cristão escreveu a respeito disso: “Somente quando marido e mulher buscam juntos com seriedade a presença de Deus, é que descobrirão o segredo da verdadeira harmonia. A diferença de temperamentos, idéias e gostos enriquecerá a vida conjugal em vez de ameaçá-la. Se cada cônjuge procurar ver os próprios defeitos à luz da presença de Deus, se reconhecer os pecados e pedir perdão ao outro, os problemas do casamento podem ser solucionados. Então marido e mulher aprendem a ser honestos um com o outro. Esse é o preço que duas pessoas muito diferentes têm de pagar se quiserem combinar suas qualidades.”

A oração pode restaurar um casamento que está a ponto de acabar e pode enriquecê-lo quando a comunicação e o carinho não são o que deveriam ser. Vale a pena fazer o teste.

O lar é um paraíso, quando ali está o Senhor,Reina a alegria, o sorriso: é um lar de amor.A concórdia e o afeto são duas pérolas de valor,Assim produzem doce efeito, quando ali está o Senhor.

quarta-feira, 30 de março de 2016

As sete vezes “Eu sou”

Todo dia com Deus

As sete vezes “Eu sou”

Ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar (Mateus 11:27).

Jesus Cristo veio ao mundo para nos levar ao Pai. Por meio de sete ilustrações muito simples Ele nos revelou quem é.

“Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome… se alguém comer deste pão, viverá para sempre” (João 6:35,51). Encontramos aqui satisfação.

“Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida” (João 8:12). Com Ele há luz e verdade.

“Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens” (João 10:9). Através dEle é possível entrar no reino de Deus.

“Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas… Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido” (João 10:11, 14). Os que pertencem a Ele têm perfeita segurança.

“Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá” (João 11:25). Como Vitorioso sobre a morte, Ele dá vida: vida eterna.

“Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim” (João 14:6). Ele é o único meio de acesso a Deus, o Pai.

“Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto” (João 15:5). Um íntimo relacionamento com o Senhor Jesus resulta em uma vida que produz muito fruto para Ele.



terça-feira, 29 de março de 2016

Liberte-se do medo-Gênesis 28:17

Todo dia com Deus
Liberte-se do medo

E [Jacó] temeu, e disse: Quão terrível é este lugar! (Gênesis 28:17).


Deus Se revelou a Jacó, um dos patriarcas de Israel, por meio de um sonho no qual havia uma escada que alcançava os céus. Anjos subiam e desciam por ela. Isso mostrava como Jacó contava com o favor de Deus. Impressionante foi o que Jacó sentiu ao ter essa visão: ele ficou totalmente apavorado!

Descobrimos a razão disso ao lermos a história desse homem. Um pouco antes desse episódio, vemos que ele enganou o próprio pai, Isaque, ao se passar pelo irmão mais velho, Esaú. Agora estava fugindo, com medo de Esaú, com medo da repreensão de Deus, pois sua consciência o atormentava.

Há uma importante lição para aprendermos aqui: o pecado e a culpa roubam nossa paz de espírito, massacram nossa consciência e nos cegam para o amor e a bondade de Deus. O coração humano é enganoso e orgulhoso demais para admitir o fracasso e o pecado. Se simplesmente ignorarmos os erros, eles permanecerão vivos em nosso subconsciente e gerarão o medo de sermos descobertos nesta vida e de enfrentarmos a Deus no porvir.

Quem quer se livrar de tais medos tem de revelar sua vida diante de Deus e confessar seus pecados a Ele. Somente assim é possível experimentarmos o perdão divino, a aceitação do Pai e a libertação que os filhos de Deus possuem.

Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós (1 João 1:8).


segunda-feira, 28 de março de 2016

Sentimento nefasto-Salmo 27:3

Todo dia com Deus
Sentimento nefasto

Ainda que um exército me cercasse, o meu coração não temeria (Salmo 27:3).

Enquanto as pessoas excluírem Deus de suas vidas é impossível serem livres do medo. A maioria, inclusive os ateus, sente no fundo de sua alma que Deus existe e que é Todo-poderoso. Sente também que O tem negligenciado de maneira irresponsável e isso gera, mesmo que inconscientemente, temor e desconforto.

A Bíblia diz que “também os demônios o crêem, e estremecem” (Tiago 2:19). A idéia de que Deus existe é uma fonte de medo perene para cada criatura que não está em harmonia com Ele.

Medo é um sentimento nefasto que nos assalta quando corremos perigo ou somos ameaçados. Não importa se tais perigos e ameaças são autênticos ou imaginários, o pavor é sempre muito real. Quem pensa estar em perigo se torna tão vulnerável quanto quem de fato está.

A apreensão e a preocupação são diferentes dimensões do medo. A primeira é a expectativa de um desastre iminente e incon­trolável que pode nos atingir a qualquer momento; a segunda se relaciona à busca frenética de uma solução, porém ambas minam nossa energia e paz de espírito. Assemelham-se às ervas daninhas que crescem em meio às flores do jardim.

Como o rei Davi, autor do versículo acima, lidava com os medos dele? Ele tinha uma fórmula bastante simples: confiança em Deus.


domingo, 27 de março de 2016

Superando o medo-1 João 4:18

Todo dia com Deus
Superando  o medo

No amor não há temor, antes o perfeito amor lança fora o temor (1 João 4:18).


O número de pessoas atormentadas pelo medo, ou até pelo pânico, é tão grande que ficaríamos surpresos se contássemos. Esses indivíduos jamais sentem paz interior. Nem mesmo a prosperidade é garantia contra tais temores; pelo contrário, quando tinha tudo o que precisava e desejava, Jó admitiu sentir muito medo: “Porque aquilo que temia me sobreveio; e o que receava me aconteceu” (Jó 3:25).

Existe uma resposta para a pergunta: “Como posso ficar livre do medo em um mundo cheio de injustiça, conflitos e incertezas, no qual a luta pela existência é tão difícil? Como posso viver sem medo?”

Em uma noite de tempestade, uma criancinha acordou assustada com os barulhos do vento e gritou de medo. Seu pai a pegou no colo, a abraçou e logo ela dormiu novamente. A tempestade que a fez temer não diminuiu, mas a confiança da criança no amor e cuidado do pai lhe deu a segurança que precisava. A convicção de que o pai a amava e a protegia eliminou todo o medo.

Existe apenas uma maneira de vencer o medo: é pela completa confiança e fé no amor de Deus. Mas para experimentarmos isso, temos de conhecê-Lo como nosso Pai, construindo um relacionamento com Ele cotidianamente. Assim, teremos a convicção de que o Todo-poderoso Deus está conosco, nos ama e nos diz: “Não temas… eu sou o teu escudo, o teu grandíssimo galardão” (Gênesis 15:1).


sábado, 26 de março de 2016

Senhor, que farei? Atos 22:10

Todo dia com Deus

Senhor, que farei?

Então disse eu: Senhor, que farei? E o Senhor disse-me: Levanta-te, e vai a Damasco (Atos 22:10).

Ainda dominado pelo encontro que tivera com o Senhor, Saulo faz uma segunda pergunta: “Senhor, que farei?” Essa foi uma questão recorrente na atividade posterior do apóstolo. “Porque para mim o viver é Cristo”, escreveu em Filipenses 1:21. O coração dele era inteiramente aberto para a direção do Senhor.

Saulo não teve de esperar muito pela resposta. “Levanta-te, e vai…”. Imediatamente obedeceu.

Fazer a mesma pergunta consciente e consistentemente pode transformar a vida diária do cristão. Significa que estamos preparados para deixar o Senhor dirigir nossa vida. E isso não se aplica somente às grandes decisões, mas também às pequenas escolhas que enfrentamos no cotidiano.

Se você é filho de Deus e faz essa pergunta ao Senhor na quietude de cada manhã, certamente obterá resposta. Deus pode lhe falar por meio da Bíblia. Ou por intermédio das circunstâncias, de tal maneira que você não terá dúvidas.

As duas perguntas: “Quem és, Senhor?” e “Senhor, que farei?”, ainda devem ser feitas hoje e sempre. Ele as responderá prontamente. Quanto mais O conhecermos e formos guiados por Ele, mais rica será nossa vida, pois Suas características ficarão evidentes em nós.


sexta-feira, 25 de março de 2016

Quem és, Senhor?Atos 26:15

Todo dia com Deus

Quem és, Senhor?

Quem és, Senhor? E ele respondeu: Eu sou Jesus, a quem tu persegues (Atos 26:15).

Quando Saulo de Tarso, depois apóstolo Paulo, estava no caminho de Damasco, foi subjugado pela glória do Senhor Jesus Cristo. Uma grande luz brilhou e ele caiu no chão. Uma voz falou e o chamou pelo nome. Jamais Saulo havia experimentado algo assim antes! Ficou claro para ele que aquela voz só poderia pertencer ao Senhor. Em sua impotência, ele fez duas perguntas ao Senhor Jesus, das quais a primeira foi: “Quem és, Senhor?”

É perfeitamente compreensível que Saulo, vencido pela luz e pela voz, desejasse saber com certeza quem o chamava pelo nome e o havia lançado por terra. A resposta divina foi tão simples como a pergunta. O Senhor disse Seu nome: Jesus, que significa “o Senhor é salvação”.

Tornar-se cada vez mais íntimo do Senhor era o alvo da vida de Paulo. “E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor” (Filipenses 3:8). O conhecimento da Pessoa do Senhor motivava o apóstolo a viver.

Nesse aspecto, ele é um exemplo para todos os cristãos. Quantos de nós podem exclamar com total convicção de que realmente conhecem Jesus? Seus discípulos jamais param de crescer no conhe­cimento dEle. O próprio Deus está desejoso de nos responder quem Ele é. Basta que também desejemos conhecê-Lo.


quinta-feira, 24 de março de 2016

Amanhã- Mateus 6:34

Todo dia com Deus

Amanhã

Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal (Mateus 6:34).

“Eis aqui, o amanhã reina hoje na terra”, escreveu um poeta francês. A vida parece pertencer aos que fazem projetos, aos empreendedores que constroem o futuro. Mas o que diz a Bíblia? O que se refere à vida atual, ela denuncia os que fazem projetos e planejam o futuro sem levar Deus em consideração (Isaías 56:12; Tiago 4:13-15). Também acusa os que dizem: “Comamos e bebamos, que amanhã morreremos” (1 Coríntios 15:32).

Mas a Bíblia mostra que o “amanhã” não acaba quando a morte chega: existe um porvir. Somente Deus pode nos falar acerca disso. Ele nos adverte que “aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo” (Hebreus 9:27). Porém, Deus nos oferece gratuita­mente um meio de evitar o juízo e de sermos salvos por Jesus Cristo. Se colocarmos nosso futuro em Suas mãos, podemos ficar tranqüilos.

É óbvio que temos de fazer projetos e planos, mas é necessário que os sujeitemos ao Senhor. Devemos construir nosso presente e futuro à luz da eternidade. Na Palavra de Deus encontraremos instruções seguras quanto ao porvir. Estude as profecias bíblicas. Sua fé será fortalecida mediante a esperança do retorno do Senhor Jesus, e a abundante demonstração de amor e cuidado que Deus revela para com os Seus.
Fonte: http://www.apaz.com.br

Tu és o meu Deus. Os meus tempos estão nas tuas mãos (Salmo 31:14-15).


quarta-feira, 23 de março de 2016

Ontem-Filipenses 3:13-14

Todo dia com Deus
Ontem

Esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus (Filipenses 3:13-14).

Como é importante viver hoje pela fé e receber cada momento do dia como um dom de Deus, confiando nEle! Então, que importância tem o passado e o presente?

O passado pode ser um obstáculo para sua vida atual se você o idolatrar e cultivar uma nostalgia paralisante. “Nunca digas: Por que foram os dias passados melhores do que estes?” (Eclesiastes 7:10). Refugiar-se no passado, quer ele tenha sido bom ou ruim, impede que você veja o que Deus quer trazer de novo para sua vida.

Contudo, às vezes precisamos voltar ao passado para julgar nossos atos. Deus outorga o perdão para os que se aproximam dEle, confessando suas faltas. Se já recebemos o perdão de Deus, não faz sentido sermos atormentados pelos pecados passados e confessados ao Senhor, mesmo que tenhamos de suportar as conseqüências deles. Deus é um Deus que perdoa definitivamente.

Também é útil recordar o passado para não repetir os mesmos erros. Diz-se que os verdadeiros homens de sucesso são os que têm um grande respeito pelo passado, mas que não se atêm a ele. Existem fatos que valem à pena ser resgatados do passado. Por exemplo, tenhamos sempre em mente as lições de pessoas que viveram uma vida de fé com o Senhor, e também de tudo o que Ele fez por nós, de Seus conselhos, das situações nas quais experimentamos Seu livramento, e de Suas respostas às nossas orações. Então poderemos viver cada dia intensamente, esperando Seu retorno.
Fonte:www.apaz.com.br

E te lembrarás de todo o caminho, pelo qual o Senhor teu Deus te guiou (Deuteronômio 8:2).


terça-feira, 22 de março de 2016

Hoje - Hebreus 3:13

Todo dia com Deus
 Hoje 

Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje (Hebreus 3:13).

Ontem, hoje, amanhã: nossa vida está estruturada com base no tempo. Porem, o presente é o único momento no qual vivemos verda­deiramente e que devemos utilizar segundo a vontade de Deus. Não podemos mudar o passado e o amanhã não nos pertence.

Hoje, e não amanhã, devo me aproximar do Senhor Jesus para escutar Sua Palavra. Hoje, e não amanhã, devo admitir meus pecados e confiar no Deus Salvador.

Jesus Cristo é o Senhor do tempo e da História. Ele é “o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente” (Hebreus 13:8). Seu amor não muda. Aquele que recebeu ao Senhor Jesus como seu Salvador pessoal pode exclamar: “Ontem Ele deu Sua vida para que meus pecados fossem perdoados. Hoje me socorre e me conduz, porque é meu Pastor. Amanhã virá me buscar para estar junto de Si”.

Um cristão escreveu: “Este dia é um dom de Deus para você. Se andar como agrada a Ele, você pode contar com Sua proteção. Neste dia Deus lhe confia uma missão. Comece sua jornada estando disponível para o Senhor. É provável que alguém precise do seu auxílio. A quem você pode ajudar com atos ou palavras? Permaneça junto do Senhor Jesus para que o tentador não chegue de surpresa, privando-o das bênçãos que Deus reservou para você hoje”.

“Hoje Cristo quer falar-te, pobre pecador; Nunca deixes de importar-te com o Salvador. Cristo quer salvar-te, agora; ouve, pecador! Não hesites! Sem demora, vem ao Salvador.”
Fonte:www.apaz.com.br


segunda-feira, 21 de março de 2016

Nosso Exemplo-Isaias 61:1 e 2.

Todo dia com Deus
Nosso Exemplo
"O Espírito do Senhor Jeová está sobre Mim, porque o Senhor Me ungiu para pregar boas novas aos mansos; enviou-Me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos e a abertura de prisão aos presos; a apregoar o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes." Isaías  61:1 e 2.

Nosso Senhor Jesus Cristo veio a este mundo como o infatigável servo das necessidades do homem. "Tomou sobre Si as nossas enfermidades e levou as nossas doenças" (Mat. 8:17), a fim de poder ajudar a todas as necessidades humanas. Veio para remover o fardo de doenças, misérias e pecado. Era Sua missão restaurar inteiramente os homens; veio trazer-lhes saúde, paz e perfeição de caráter.

Várias eram as circunstâncias e necessidades dos que Lhe suplicavam o auxílio, e nenhum dos que a Ele se chegavam saía desatendido. DEle emanava uma corrente de poder restaurador, ficando os homens física, mental e moralmente sãos.

A obra do Salvador não era restrita a qualquer tempo ou lugar. Sua compaixão desconhecia limites. Em tão larga escala realizava Ele Sua obra de curar e ensinar, que não havia na Palestina edíficio grande o bastante para comportar as multidões que se aglomeravam ao Seu redor. Nas verdes encostas da Galiléia, nas estradas, à beira-mar, nas sinagogas e em todo lugar a que os doentes Lhe podiam ser levados, aí se encontrava Seu hospital. Em cada cidade, cada vila por que passava, punha as mãos sobre os doentes e os curava. Onde quer que houvesse corações prontos a receber-lhe a mensagem, Ele os confortava com a certeza do amor de Seu Pai celestial. Todo o dia ajudava aos que a Ele iam; à tardinha atendia aos que tinham que labutar durante o dia pelo sustento da família./A Ciência do Bom Viver - CBV - Pag. 17-18/

Jesus Cristo deve ser o nosso Exemplo!


domingo, 20 de março de 2016

Sua Próxima Oração-Lucas 11:1

Todo dia com Deus
Sua Próxima Oração

Certo dia Jesus estava orando em determinado lugar. Tendo terminado, um dos Seus discípulos lhe disse: “Senhor, ensina-nos a orar.” Lucas 11:1

Os discípulos não perguntaram como ensinar, como pregar nem como curar. A oração foi o único assunto em que eles foram específicos, ao admitir que precisavam aprender. O que despertou neles o desejo de orar como Jesus? Será que era a linguagem que Jesus usava?

Depois de presenciar Jesus orando em inúmeras ocasiões em Seu ministério e perceber a tranquilidade e a segurança que Ele expressava, perguntavam-se: “Por que não podemos fazer como Ele faz? Será que oramos como deveríamos?”

Quem sabe eles precisassem descobrir que a oração é mais do que simplesmente pedir coisas, ou impressionar a Deus com nossos pedidos. Não é tratar a Deus como office-boy. Na primeira oração do dia, dizemos: “Senhor, está vendo? Esta é a lista de tudo o que desejo fazer hoje. Por favor, não Se esqueça de nenhum item. Que cada um seja cuidadosamente atendido. Ah! Para este aqui quero uma solução até o meio-dia.”

Melhor é pedir que Ele nos dê sabedoria e discernimento para fazer diferença entre nossos desejos e nossas verdadeiras necessidades, e pedir humildade para nos submeter ao que Ele quer para nós.

A cada dia que passa, mais e mais nos convencemos da necessidade da oração em cada passo em nossa vida. Seja como principiantes, seja como cristãos experientes, é bom pedir em humildade: “Senhor, ensina-nos a orar.”

Ellen G. White, num singelo pensamento sobre a oração, diz: “A oração é a resposta para cada problema da vida. Ela nos põe em sintonia com a sabedoria divina, a qual sabe como ajustar cada coisa perfeitamente. Às vezes, deixamos de orar em certas circunstâncias, porque, a nosso ver, a situação é sem esperança. Mas nada é impossível com Deus.

“Nada é tão emaranhado que não possa ser remediado, nenhuma relação humana é tão tensa que Deus não possa trazê-la à reconciliação e à compreensão. Nenhum hábito é tão profundamente enraizado que não possa ser vencido. Ninguém é tão fraco que Ele não possa tornar forte. Ninguém é tão doente que Ele não possa curar. Mente nenhuma é tão obscura que Ele não possa tornar brilhante. Seja o que for que precisemos, se crermos em Deus, Ele há de suprir. Se alguma coisa nos causa preocupação ou ansiedade, paremos de propagá-la e confiemos em Deus por restauração, amor e poder” (Review and Herald, 7 de outubro de 1865).

Fonte:  Meditação Diária -17 de maio de 2011

sábado, 19 de março de 2016

Conforto nos Salmos - Salmo 34:6

Todo dia com Deus

Conforto nos Salmos

Este pobre homem clamou, e o Senhor o ouviu; e o libertou de todas as suas tribulações. Salmo 34:6

Amo o livro de Salmos! Eles atravessam os séculos e falam ao meu coração com tanta clareza quanto um pregador que posso ver pessoalmente. Às vezes com mais clareza ainda. Seja Davi, Asafe ou outro autor desconhecido, sinto que suas lutas são minhas lutas, suas alegrias minhas alegrias, suas esperanças minhas esperanças e almejo que sua fé seja também minha fé.

Certamente, o livro de Salmos é o mais lido e amado do Antigo Testamento; na verdade, da Bíblia inteira. Sempre que é feita uma seleção de passagens bíblicas ou quando uma nova tradução está em fase de preparação, encontramos trechos dos Evangelhos e dos Salmos sob uma capa única e, muitas vezes, apenas dos dois e de nada mais.

O que torna o livro de Salmos tão atual? Sem dúvida, a sua humanidade. Os salmos falam franca e honestamente. Eles mostram como é a verdadeira oração, sem clichês ou fórmulas engessadas, sem expressões elaboradas, apenas a luta intensa do homem com Deus. Ao se deparar com situações difíceis, o salmista abria seu coração ao Senhor. Ao ser cercado pelos inimigos e cair vítima da língua maledicente, o salmista apresentava a Deus as suas aflições. Ao ser maltratado, acusado falsamente, traído pelos amigos, ao sentir que estava sendo esmagado pelos inimigos, o salmista não escondia de Deus sua situação. Ao sobrevir-lhe a pior de todas as provações, momento em que parecia que o Senhor o abandonara, o salmista não escondia de Deus seus sentimentos.

Algumas das orações encontradas nos Salmos apresentam um tom tão questionador, desafiador e confrontador que certamente ficaríamos chocados se fossem proferidas de forma audível durante o culto. Se isso acontecesse, os líderes, cheios de zelo e dedicação, se certificariam de não permitir que aquela pessoa liderasse a oração congregacional outra vez, pois teria deixado bem claro que não saberia fazer uma oração apropriada para o culto divino!

Na verdade, o que essa pessoa fez foi elevar seu clamor a Deus. Clamou porque estava com problemas. Nós ainda clamamos. Ainda enfrentamos problemas. Somos fracos, débeis e frágeis. Somos humanos.

Mas os Salmos vão muito além. Uma vasta gama de obras literárias, musicais e artísticas retrata nossa fraqueza, debilidade, fragilidade e humanidade, mas para por aí. Os Salmos não. O Senhor ouviu. O Senhor salvou. Aí está a diferença, e que diferença!
Fonte: Meditações Diárias 2012 - Conforto nos Salmos - 21/05


sexta-feira, 18 de março de 2016

Em tempos de crise- Salmo 138:3

Todo dia com Deus
Em tempos de crise

No dia em que eu clamei, Tu me acudiste e alentaste a força de minha alma. Salmo 138:3

O reverendo Martin Luther King, líder da luta pelos direitos civis dos negros norte-americanos, não podia dormir naquela noite. Na cama, repensava as ameaças feitas contra ele e a família, temendo ser assassinado. Desceu para a cozinha e assentou-se à mesa, sentindo-se terrivelmente solitário. Seus pais estavam muito longe. Ele não queria partilhar suas ansiedades com a esposa, sabendo que isso a tornaria ainda mais preocupada. Nada do que ele aprendera nas universidades o havia preparado para aquele momento.

King inclinou-se na mesa, enterrando sua face nas mãos. Chorando, ele orou: "Senhor, devo confessar que estou fraco. Temo estar no fim de minhas forças. Nada me foi deixado. Não posso enfrentar isso sozinho." Em meio ao desespero de sua oração, ele ouviu uma voz que o chamava pelo nome, com clareza inequívoca: "Martin Luther, erga-se pela justiça, erga-se pela verdade. Eu estarei com você até o fim." Martin Luther King sabia que ele havia ouvido a voz de Jesus Cristo. Alarmado, elepermaneceu assentado à mesa, repetindo: "Ele prometeu nunca me abandonar. Nunca estarei sozinho. Ele prometeu nunca me deixar só!"

A promessa que temos de Cristo é de que Ele nunca nos abandonará. Sabemos por experiência que não há limites para o cerco das dificuldades. Talvez distanciamento do esposo ou esposa. Inabilidade de se comunicar com os filhos adolescentes. Um chefe opressivo. Colegas de trabalho insensíveis. Uma dor persistente. Uma doença incurável. Uma decisão difícil. A perda de significado na vida. Sentimento de solidão. Envelhecimento. Recursos insuficientes. A perda de uma afeição. A frustração de um subemprego ou, pior ainda, a agonia do desemprego. O trauma de um divórcio. A perda de um ente querido. E a lista é quase infindável.

O salmista aprendeu que Deus trabalha melhor nas nossas sombras. Deus pode escolher não retirar todos os inimigos e fardos que nos oprimem, mas Ele promete fortalecer-nos para desafiar nossos gigantes. Sua infalível promessa é que nunca seremos chamados a enfrentar sozinhos nada que a vida possa jogar sobre nós. Sua gloriosa pessoa ergue-se ao nosso lado na escuridão que nos envolve. Que Ele lhe faça ouvir hoje: "Estou contigo." Que o Senhor lhe dê o conforto inigualável que vem de Sua promessa.

Fonte: Meditação Diária 2014- Encontro com Deus-  24 de março


quinta-feira, 17 de março de 2016

Os métodos de Deus- Jeremias 29:11

Todo dia com Deus
OS MÉTODOS DE DEUS

Eu é que sei que pensamentos  tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais. Jeremias 29:11

"Deus ouviu minhas orações." Quando as pessoas me dizem isso, imagino que elas estão querendo dizer que Deus lhes deu o que pediram. Contudo, será que Deus só ouve nossas orações quando Ele nos concede o que queremos? Com frequência, esquecemos que ao Ele dizer "não" ou "espere" temos respostas divinas tão misericordiosas como Seu "sim".

Respondemos aos filhos dando-lhes não apenas o que querem, mas o que julgamos ser o melhor para eles. De maneira infinitamente superior, porque as respostas de Deus são sempre corretas, justas, sábias e melhores, Ele com frequência responde às nossas orações concedendo o que a longo prazo se provará o melhor para nós.

Uma das dificuldades com as orações é que elas, na maioria das vezes, são apenas sugestões. Trazemos as respostas prontas, esquecendo-nos de que Deus trabalha com Seus métodos. Naamã, o leproso, queria ser curado. Imaginou que seu pedido deveria ser respondido em termos de um grande show, um espetáculo aos sentidos. Ficou irado quando o profeta simplesmente mandou que ele mergulhasse sete vezes no Jordão. Paulo, por três vezes, pediu que Deus retirasse dele seu "espinho na carne", entendido por muitos como sendo uma visão precária. Não seria do interesse do próprio Senhor ter um homem como Paulo atuando nas melhores condições? Deus lhe respondeu de maneira inesperada, apenas indicando que Seu "poder se aperfeiçoa na fraqueza".

Considere esta extraordinária oração de Blaise Pascal: "Não te peço, Senhor, por saúde ou enfermidade, vida ou morte, mas apenas que Tu disponhas de minha saúde ou enfermidade, de minha vida ou de minha morte para a Tua glória [...]. Somente Tu sabes o que é melhor para mim [...]. Concede-me ou tira de mim, mas apenas faze a minha vontade aceitar a Tua vontade. Eu sei apenas, Senhor, que devo seguir-Te e não Te ofender. Fora isso, eu não sei o que é bom ou ruim em qualquer outra coisa. Eu não sei o que é melhor para mim, saúde ou enfermidade, riqueza ou pobreza, ou qualquer outra coisa no mundo. Tal discernimento está além do poder dos homens ou dos anjos, e estáescondido entre os segredos de Tua providência, a qual eu adoro, mas não procuro compreender."
Fonte: Meditação Diária 2014- Encontro com Deus  26 de fevereiro


quarta-feira, 16 de março de 2016

REMETENTE: JESUS CRISTO

Todo dia com Deus

REMETENTE: JESUS CRISTO

De longe Se me deixou ver o Senhor, dizendo: Com amor eterno Eu te amei; por isso, com benignidade te atraí. Jeremias 31:3

Imagine em suas mãos uma carta cujo remetente é Jesus Cristo:
Querido(a) ________,

Primeiro, gostaria que você soubesse que Eu o conheço. Vi você nascer. Ouvi seu primeiro choro e contemplei o primeiro sorriso, já esquecidos por todos. Testemunhei seus primeiros passos, as primeiras quedas, os primeiros arranhões e a inocência inicial, que tornava tudo encantador a você. Vi as marcas da vida se acumularem enquanto você avançava. Algumas superficiais, outras mais profundas, que apenas você e Eu conhecemos. Sei de seus sonhos. Alguns castelos que se desfizeram, desilusões. Sei dos "príncipes que viraram sapos". Algumas cicatrizes foram resultado de suas próprias escolhas, outras vieram de onde você menos esperava. De pessoas que não o amavam ou de outras que disseram amar você. Vi seu pranto, aberto ou reprimido. Coloquei suavemente minha mão em seu ombro muitas vezes. Talvez você nem tenha percebido.

Amei e amo você, porque você é único. Minha criatura especial. Capaz de coisas que só você pode realizar de forma tão exclusiva como são suas digitais. Você é singular. Sua forma de rir, chorar, pensar, agir e reagir é única. Vi você ganhar ou pensar que havia ganhado em algumas situações.Outras vezes, vi você perder ou pensar que havia perdido. No fundo, você gostaria de recomeçar tudo.Começar do marco zero. Iniciar com páginas em branco. Você pode! Isso lhe é garantido por Minha graça. Algumas marcas talvez fiquem, mas você pode tomar outra direção.

 Não deixe ninguém desanimar você nem dizer que "não tem jeito". Não deixe ninguém capturar você com filosofias, opiniões, promessas vazias e palavras que soam bonitas. Não permita que os poderes deste mundo escuro subjuguem seu coração. Lembre-se, você pode morrer para o pecado e assentar-se comigo nos lugares celestiais. Pense naqueles cravos enferrujados que Me transpassaram as mãos. Os cravos relembram o seu grande valor. Você é a razão de Meu sacrifício; é precioso o suficiente para que Eu suportasse o Calvário. Por você, Meu sangue escorreu para lhe dar nova vida. Os cravos relembram você a tomar sua cruz e seguir-Me. Lembre-se de que, afinal, não foram os cravos que Me prenderam à cruz; foi meu amor por você. Seu amigo, Jesus.

Fonte: Meditação Diária 2014- Encontro com Deus 27 de janeiro


terça-feira, 15 de março de 2016

Deus nos controle-Provérbios 16:1

Todo dia com Deus

Deus nos controle

“Do homem são as preparações do coração, mas do SENHOR a resposta da língua.” (Provérbios 16:1).

A todo momento o SENHOR está respondendo aos seus filhos de maneira sobrenatural, seja de forma simples, seja de forma extraordinária, Ele responde espiritualmente. 

Devemos orar e pedir que Deus conceda os desejos do nosso coração – cura, auxílio e conforto, bem como tudo mais. Deus, porém, não é um gênio mágico numa garrafa, e muitas vezes, embora peçamos, Ele diz "não" ou "espere". Mas há ocasiões em que aquilo que pedimos é da vontade de Deus, e a resposta é "sim". Se temos a bênção de receber a resposta dessas orações vez após vez, podemos achar que nossas diligentes preces ou alguma outra atividade que estejamos realizando levam Deus a fazer conforme pedimos.

Esse pensamento é perigoso. À semelhança de Pedro, quando andou sobre o Mar da Galileia, pode nos levar a afundar e, se não formos cuidadosos, a afogar-nos. Por quê? Porque Satanás aprecia estimular esse tipo de pensamento. Ele nos leva a tirar os olhos de Jesus e a colocá-los sobre nós. Jamais devemos esquecer de que Deus está sempre no controle. Quando nossas orações são atendidas com um "sim", naturalmente nos regozijamos. Porém, em vez de a resposta indicar que Deus está cumprindo nosso pedido, sabemos que estamos fazendo Sua vontade.

Cada dia, ao tomarmos pela fé a mão de Deus, é importante lembrar que, embora estejamos segurando a mão de Deus, nós não a controlamos. Regozije-se na alegria e paz de saber que Deus está no controle – sempre.

Em seu coração o homem planeja o seu caminho, mas o Senhor determina os seus passos. Provérbios 16:9


segunda-feira, 14 de março de 2016

Tendo os olhos fitos em Jesus- Hebreus 12:2

Todo dia com Deus

Tendo os olhos fitos em Jesus

"Tendo os olhos fitos em Jesus, Autor e Consumador da nossa fé. Ele, pela alegria que Lhe fora proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha, e assentou-Se à direita do trono de Deus." Hebreus 12:2

Quando a vida se torna dura, quando a dor é difícil demais de suportar, frequentemente nos concentramos nessa dor e nas circunstâncias que nos rodeiam. Enquanto fazemos isso, deixamos de ver o "quadro completo". Trancamo-nos em nossos mundinhos, em nossa dor, em nossas provas e tribulações. Em pouco tempo, Satanás nos convence de que não há esperança, de que não há escape de nossa depressão e sofrimento. O conselho que Jesus nos dá é que “Quando começarem a acontecer estas coisas, levantem-se e ergam a cabeça, porque estará próxima a redenção de vocês.” Lucas 21:28

Precisamos olhar para cima, ter uma "visão vertical" – uma visão que dirija nossos olhos ao Salvador, não às circunstâncias perturbadoras por todos os lados.  Hebreus 12:2 descreve qual deve ser nossa atitude: "Tendo os olhos fitos em Jesus, Autor e Consumador da nossa fé. Ele, pela alegria que Lhe fora proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha, e assentou-Se à direita do trono de Deus."

Escolha olhar para Jesus e vença suas ansiedades.


domingo, 13 de março de 2016

Ninguém é caso perdido- João 3:16.

Todo dia com Deus

Ninguém é caso perdido

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna." João 3:16.

Esta mensagem é para o mundo, pois "todo o que" significa que toda e qualquer pessoa que cumpre a condição pode partilhar a bênção. Todos os que olham para Jesus, crendo nEle como seu Salvador pessoal, não perecerão, mas terão a "vida eterna".

Foram tomadas todas as providências para que tenhamos a recompensa eterna. Cristo é nosso Sacrifício, nosso Substituto, nosso Penhor, nosso Intercessor divino; Ele Se nos tornou justiça, santificação e redenção. "Porque Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo Céu, para agora comparecer, por nós, perante a face de Deus." Hebreus 9:24. Diante dessas passagens, é evidente que não é a vontade de Deus que sejamos receosos e aflijamos nossa alma com medo de que Deus não nos aceite porque somos pecaminosos e indignos. "Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós." Tiago 4:8. “Apresentai vosso caso diante dEle, implorando os méritos do sangue derramado por vós na cruz do Calvário.


sábado, 12 de março de 2016

Andar com Deus-Deuteronômio 30:20

Todo dia com Deus

Andar com Deus

“Amando ao Senhor, teu Deus, dando ouvidos à Sua voz e apegando-te a Ele; pois disto depende a tua vida e longevidade.” Deuteronômio 30:20

Andar com Deus e aprofundar nosso relacionamento com Ele é uma questão de vida e longevidade. Em Deuteronômio 30:20, lemos: “Amando ao Senhor, teu Deus, dando ouvidos à Sua voz e apegando-te a Ele; pois disto depende a tua vida e longevidade.”

Andar com Deus diariamente nos permitirá viver um cristianismo real e autêntico. O recebimento da unção diária do Espírito Santo traz em si toda a vidae o poder de Cristo que nos faz mais do que vencedores, em todas as circunstâncias.

Andar com Deus diariamente nos mantém ligados ao Céu e recebemos uma influência transformadora direta do Senhor Jesus Cristo.

Vamos andar com Deus diariamente?


sexta-feira, 11 de março de 2016

Uma ordem vinda de Jesus

Todo dia com Deus

Uma ordem vinda de Jesus

Ele ordenou: “Buscai, pois, em primeiro lugar, o Seu reino e a Sua justiça, e todas as demais coisas vos serão acrescentadas.” Mateus 6:33.

O cristão deve acordar cada manhã respirando Jesus, despertar com fome e sede da Palavra de Deus, assim como o corpo sente necessidade de ter a mais importante refeição pela manhã, da mesma forma o nosso coração necessita da primeira refeição espiritual antes de qualquer outra atividade.

Jesus ordena que Deus deve ser o primeiro. Então, quando se levantar, antes do banho, antes de trocar de roupa, ou de qualquer outra atividade, por mais elementar que seja, primeiro vá a presença de Deus para que sua alma receba poder para você ser santo durante aquele dia. Sem esse poder, esse dia será um fracasso em todos os sentidos.

Devemos ser cuidadosos para que nosso coração não nos engane. Ele é perverso e corrupto e devemos guardá-lo cuidadosamente, porque dele procede a saída da vida diariamente.

Guardai-vos, que o vosso coração não se engane, e vos desvieis, e sirvais a outros deuses, e vos inclineis perante eles; Deuteronômio 11:16
Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.Provérbios 4:23

Quando acordo pela manhã, não há conversa, outros planos ou desculpa – primeiro Deus em minha vida, e ponto final.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...