Receba no seu e-mail

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

TRABALHO E AMOR-Hebreus 6.10

TRABALHO E AMOR
“Deus não é injusto; ele não se esquecerá do trabalho de vocês e do amor que demonstraram por ele, pois ajudaram os santos e continuam a ajudá-los.”
(Hebreus 6.10)


Muitos consideram Deus injusto, porque a vida é injusta. Entendem que o modo como a vida se mostra é uma declaração sobre quem Deus é. E, como de tantas formas a vida se revela injusta, então Deus não é justo. Diante disso, ou não creem em Deus, pois não faz sentido a ideia de um Deus injusto; ou rompem relações com Ele, pois recebe essa injustiça como um desamor, uma falta de cuidado da parte de Deus. A injustiça de Deus é tomada como uma questão pessoal: Deus foi injusto comigo! Mas o escritor de Hebreus declara que Deus não é injusto. E está certo! Não devemos confundir Deus com o desenrolar da vida, como se ela expressasse as escolhas que Deus fez. Pois, na maioria das vezes, o problema são as escolhas que nós fizemos e não as escolhas que Deus fez! Em face das injustiças da vida, devemos nos entreolhar mais e não, com tanta facilidade, olhar para cima e apontar o dedo para Deus!

Deus não é injusto. Deus é amoroso e cheio de misericórdia. E como pessoas que creem devemos considerar o modo como vivemos e as nossas atitudes neste mundo cheio de injustiça e com tantas maldades. Devemos inaugurar a fila do arrependimento e da confissão, assumindo que o problema do mundo somos nós e não Deus. Ele é a solução! Ele nos ama e veio a nós para nos perdoar. Pela fé nele podemos ser agentes do bem e da justiça neste mundo injusto e mal. Apesar de nossas limitações podemos fazer o bem, podemos amar e servir uns aos outros. Podemos ser sinais do amor e da justiça de Deus. Podemos apoiar e suprir necessitados. Podemos levantar a nossa voz e lutar pela justiça. E devemos, como gente que confia em Deus, fazer o que pudermos, doando-nos em nome da justiça, da bondade e do amor.

A fé e o compromisso com o Evangelho de Jesus devem inspirar-nos a servir, amar, cuidar, fortalecer, acolher e sustentar neste mundo com tantas dores, perdas, carências e maldades. O problema de um mundo injusto não é que Deus seja injusto, mas que nós somos egoístas e maus. Como cristãos somos chamados ao amor e serviço. Deus não é injusto e reconhece a atitude e serviço de seres tão frágeis como nós. Sabe e jamais esquecerá o trabalho e o amor que demonstramos por Ele, quando servimos aos outros. Quando apoiamos o que deseja crer, cooperamos com o necessitado, ouvimos e oramos com o aflito, anunciamos a Graça ao angustiado e de tantas outras formas trabalhamos e amamos inspirados pela escolha de agradá-lo. A vida é injusta, mas Deus é justo e tudo melhora quando nossa fé produz serviço e amor ao semelhante.
ucs

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...