Receba no seu e-mail

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Uma vida de entrega

Do meu coração para a o seu coração

Uma vida de entrega

Por que algumas pessoas parecem nunca crescer no Senhor?

Porque oscilam de uma calamidade para outra sem jamais conseguir ultrapassar o nível da sobrevivência? Por que raramente experimentam a alegria do Senhor, se é que alguma vez o fazem? Avanço espiritual? Um relacionamento mais intimo com ele? A liberdade para agir na área de seus talentos? Por que não podem avançar para os propósitos e o destino que Deus tem para elas?

A resposta creio, está na palavra “rendição ou entrega”. Essas pessoas não se renderam completamente a Deus. Não tornaram Jesus Cristo o verdadeiro Senhor de sua vida.

Entregar tudo significa dispor-se a dizer: “Senhor, o que quer que deseje que eu faça, farei. Concordo com qualquer coisa que me pedires, mesmo que isso importe em morrer para mim mesmo e para meus desejos. Desistirei das coisas almejadas da carne, a fim de ter mais de ti em minha vida. Irei a igreja mesmo que tenha vontade de ficar em casa. Jejuarei quando sentir vontade de comer. Orarei quando preferiria ir para cama. Lerei a tua Palavra quando desejaria assistir a TV. Ofertarei quando meu desejo seria gastar o dinheiro comigo. Louvarei e adorarei como minha primeira reação, e não como meu último recurso. Farei tudo o que disseres para que eu possa agradar-te e possa receber tudo o que tiveres para mim”.

Essa atitude de entrega significa colocar Deus em primeiro lugar e submeter-se a seu governo. Isso faz toda a diferença em nossa vida. Jesus é o Senhor, que o declaremos quer não. Isso porque “Pelo que também Deus o exaltou soberanamente e lhe deu um nome que é sobre todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai” (Fp 2:9-11). Ele, porém, não é apenas Senhor do universo, é também Senhor de nossa vida. O reconhecimento ou não desse fato determinará o sucesso e a qualidade de nossa vida.

Você se lembra dos antigos filmes de faroeste em que o mocinho, ao prender o bandido, apontava-lhe a arma e dizia: “Mãos para cima!”? O homem mau,então,deixava cair tudo,levantava as mãos e declarava: “Desisto”.

Esse é o tipo de rendição que Deus requer. Só que você não é o homem mau, e Deus não está lhe apontando uma arma. Ele lhe está apontando o dedo, não para acusá-lo ou para embaraçá-lo. Aponta o dedo com amor, como o faria se o escolhesse para a sua equipe. Está dizendo: “Ouça, quero você! Renda-se a mim para que possa dar-lhe tudo o que tenho guardado para você”. Se deixássemos cair tudo e disséssemos: “Desisto, Senhor. Rendo-me. Tome tudo. Farei o que quiseres”, nossa vida melhoraria em todos os aspectos.

Uma vida de entrega, governada inteiramente por Deus, é aquela que pode ser usada poderosamente para os propósitos de seu reino. Deus não quer apenas uma parte de você. Ele quer você por inteiro. Ore para que possa dar a Deus tudo o que ele deseja.

Fonte: A Bíblia da Mulher Que Ora / NVI – Editora Mundo Cristão
#euoro

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...