Receba no seu e-mail

terça-feira, 26 de abril de 2016

Fazendo sacrifícios-Gênesis 22.1-3

Mais perto do Coração de Deus
Fazendo sacrifícios

Passado algum tempo, Deus pôs Abraão à prova, dizendo-lhe: “Abraão!” Ele respondeu: “Eis-me aqui”. Então disse Deus: “Tome seu filho, seu único filho, Isaque, a quem você ama, e vá para a região de Moriá. Sacrifique-o ali como holocausto num dos montes que lhe indicarei”. Na manhã seguinte, Abraão levantou-se e preparou o seu jumento. (Gênesis 22.1-3)

Deus, às vezes, pede coisas estranhas. Noé teve de construir uma arca a quilômetros de distância da água mais próxima e providenciar, nela, baias que de alguma forma pudesse receber animais.

Nada, porém, se iguala exatamente à tarefa confiada a Abraão. Deus não só lhe pediu que matasse seu filho, mas também estava tirando dele a resposta à promessa pela qual aguardara 25 anos. Isaque era o herdeiro de Abraão , o filho prometido a Ele e a Sara, a criança nascida de sua velhice. A morte de Isaque mataria também o sonho.

Ou não?

Parece que Abraão não ficou se preocupando com o problema. Na manhã seguinte partiu para uma viagem de três dias . Imagino que Abraão tenha falado muito com Deus. O relacionamento dele com o Senhor era suficiente para que confiasse em Deus.Ele não compreendeu ;  sabia que obedecer a Deus o feriria, mas foi em frente. Continuou obediente. Quando chegou ao lugar, construiu um altar, amarrou o filho, colocou-o sobre o altar e levantou a faca.

Algum de nós conseguiria confiar tanto em Deus?

Nosso coração treme  ao pensar no sacrifício de um ser humano. Mas, assim como Isaque carregou a lenha para a oferta, Jesus levou a própria cruz até o Gólgota. Como Abraão colocou Isaque sobre o altar, Deus pôs seu Filho na cruz. Como Abraão levantou a faca para matar o filho, Deus permitiu que Jesus fosse morto para que o pecado fosse castigado e o perdão, oferecido. Abraão sabia que Deus proveria o cordeiro para a oferta (Gn 22.8). Séculos depois, ele o fez. João Batista salientou: “Vejam! É o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” (Jo 1.29).

Até que ponto você confia em Deus realmente? O suficiente para morrer por ele? O suficiente para permitir que um sonho morra? O suficiente para viver para Ele?

Fonte: A Bíblia da Mulher Que Ora / NVI – Editora Mundo Cristão
#euoro


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...